Mulher joga soda cáustica em rival e é linchada até a morte

Edvânia da Silva, de 40 anos, trabalhava com faxineira na casa da vigilante Ana Luiza Caetano da Silva, também com 40 anos. De acordo com vizinhos, as duas teriam brigado e a patroa passou a ameaçar Edvânia. Certo dia, Ana Luiza cumpriu uma das ameaças e jogou soda cáustica na funcionária; o produto também acertou o filho da vítima, de um ano e oito meses. Revoltados, moradores da região espancaram a vigilante até a morte.

 

Fonte: http://noticias.r7.com

ver mais notícias