Morre a professora que marido ateou fogo na madrugada de domingo em Tefé no Amazonas

Um crime passional foi registrado pela polícia do município de Tefé, distante 523 km de Manaus, na madrugada deste domingo, 28.

O eletricista identificado como Antônio Dias da Silva, 48, espancou e depois jogou álcool e ateou fogo no corpo de sua mulher, a professora, Lídia Oliveira, 45, que está internada no hospital do município em estado grave.

De acordo com a polícia, o eletricista agrediu e ateou fogo em sua mulher, porque não gostou de chegar em casa no sábado à noite e não encontrá-la. Quando Lídia retornou de uma festa, altas horas da madrugada, sofreu o ataque de fúria do marido.

 (Foto: Divulgação)

A professora sofreu queimaduras em mais de 80 por cento do corpo e seu marido, que também sofreu queimaduras nos braços e nas mãos, também está internado na mesma unidade, no entanto não corre risco de morrer, ao contrário de sua mulher.

O eletricista foi autuado em flagrante delito por tentativa de homicídio, devendo ser transferido do setor de queimados do Hospital de Tefé para o presídio público assim que receber alta médica.

ver mais notícias