Ex-presidiário é morto com 21 tiros e seis são feridos enquanto assistiam luta no bairro Nova Esperança em Manaus

Manaus – O ex-presidiário Wendell Ribeiro do Nascimento, 39, foi executado com 21 tiros, e outras seis pessoas, que estavam próximas dele, foram baleadas. O crime ocorreu, enquanto assistia a um evento de lutas pela televisão, na noite do último sábado (3), na Rua Salva Terra, no bairro Nova Esperança, na zona centro-oeste de Manaus. Os tiros, segundo Boletim de Ocorrência (BO) registrado no 19º Distrito Integrado de Polícia (DIP),  foram efetuados por quatro homens que fugiram em um veículo Renault Sandero.

Moradores, que não quiseram ser identificados, informaram que Wendell estava sentado assistindo às lutas junto com outras 30 pessoas. Os suspeitos chegaram, desceram do veículo e começaram a atirar. De acordo com testemunhas, foram efetuados mais de 30 disparos, dos quais 17 atingiram o ex-presidiário, que ainda tentou correr, mas morreu no local.

Além de Wendell, dois funcionários públicos municipais, uma idosa e outras três pessoas foram atingidas. A enteada de um dos servidores públicos, que não quis ser identificada, disse que o padrasto foi atingido com três tiros e segue internado no Hospital e Pronto-Socorro 28 de Agosto. “Foi uma correria muito grande. Era muita gente baleada”, lembrou.

Após terem efetuados os disparos, o grupo fugiu no veículo sem ser identificado. No local, moradores encontraram várias cápsulas de pistola calibre Ponto 40. Policiais da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) estiveram no local e investigam o crime.

Consta no site do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM) que Wendell respondia a quatro processos por tráfico e um por homicídio. A família não foi localizada para comentar sobre o crime.

ver mais notícias