Empresário é executado com dez tiros no Careiro Castanho

 O empresário Wilson Vieira Santos, 37, morreu, na madrugada deste domingo (13), no Careiro Castanho (distante 102 quilômetros de Manaus), após ser baleado, com dez tiros, na praça dos Três Poderes, onde ocorria o festival folclórico da cidade. De acordo com  comandante do 1º Pelotão Independente de Policiamento Ostensivo e Preservação do Meio Ambiente (PIPOPMA), tenente Augusto Leite, o crime foi praticado por um trio. A polícia ainda investiga a motivação para o crime.

O comandante informou que os três suspeitos, dois deles já identificados,  estavam armados com revólveres calibre 38, esperando a vítima. Segundo as informações do tenente,  quando o empresário foi ao carro, os suspeitos o surpreenderam.

“A guarnição tinha passado na área cinco minutos antes e estava na Avenida  Adail de Sá quando ouviu os tiros e retornou ao local”, disse o comandante.

De acordo  com Leite, os policiais ainda encontraram o homem ainda estava com vida. Ele conduzido ao hospital  da cidade, mas morreu em seguida.

“Os indivíduos saíram, provavelmente, em uma moto, conforme relatos de populares”, disse.

De acordo com  o delegado da Polícia Civil,  Daniel Antony,  a polícia já investiga o caso. 

Com informações D24

ver mais notícias