Em Manaus, falso cerimonialista é preso pela segunda vez por após calotes em clientes

O homem se passava pro empresário do ramo de eventos para aplicar golpes

Em cumprimento ao mandado de prisão expedida dia 17 de fevereiro, pela juíza da 6ª Vara Criminal, Anagali Marcon Bertazzo , o jovem Tiago da Silva Cortez de 26 anos foi preso, na manhã desta quarta-feira (21), na rua Santa Luzia, bairro Mauzinho, na Zola Leste de Manaus.

O acusado é suspeito de estelionato. Ele se passava por cerimonialista e não realizava os eventos que firmava com clientes. Segundo a Polícia Civil, mais de 60 pessoas já foram vítimas dos golpes.

Tiago já responde a vários processos por estelionato na Justiça. Ele aplicava golpes desde 2012 e já roubou aproximadamente R$ 1 milhão das vítimas. No golpe, ele dizia aos clientes que alugaria o salão de festas de condomínio de luxo, no bairro Tarumã, na Zona Oeste de Manaus. No entanto, ele sequer reservava o salão. “Ele se passava por cerimonialista e depois ele sumia”, disse o delegado.

Segundo o delegado Guilherme Torres, diretor do Departamento de Repressão ao Crime Organizado (DRCO), o acusado subcontratava empresa de ornamentação de festas e depois não pagava o fornecedor, chegava a ameaça os clientes para que eles desistissem de processa-lo. Ele tem pelo menos 30 boletins de ocorrência contra ele.

 

ver mais notícias