Diarista é assassinada com oito tiros após denunciar o tráfico de drogas do bairro da União no Parque 10

A diarista Iaide da Silva Pinhais, de 39 anos, foi assassinada com oito tiros na cabeça na noite desta segunda-feira (1), na rua Nikita Kruschev, conjunto Shangrillá, bairro Parque Dez, Zona Centro-Sul de Manaus. O crime aconteceu por volta das 21h30, quando Iaide estava retornando para casa após sair de um bar, onde estaria bebendo com amigos. Os dois homens que fizeram os disparos abordaram a vítima em uma motocicleta.

 

A suspeita dos amigos é que Iaide teria denunciado o tráfico de drogas do bairro da União e alguém teria encomendado a morte dela. “As pessoas comentam que ela teria feito essa denúncia, mas ela nunca comentou nada com a gente, nem se estava recebendo algum tipo de ameaçada”, relatou a amiga da vítima.

A vítima morava com amigos em uma casa próxima ao local do crime. Segundo Josiane Silva, 36, Iaide era uma pessoa trabalhadora e não tinha envolvimento com o crime. A suspeita é que ela tenha discutido com alguém momentos antes de ser assassinada.

A Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestro (DEHS), investiga o caso e deve contar com o auxílio de imagens de câmeras de segurança que podem ter registrado o crime.

ver mais notícias