CM7

     
 
 
Manaus, 18 de outubro
Mercado financeiro
Dólar
Euro
 
 
Home / Últimas Notícias / Polícia / Delegado afirma que cantor Júnior foi morto por engano; alvo era um traficante

Delegado afirma que cantor Júnior foi morto por engano; alvo era um traficante

Da redação | 13/06/2017 12:04

 

De acordo com Juan Valério, delegado encarregado do caso da morte de Melvino de Jesus Júnior, vocalista do grupo Júnior e Banda, o cantor foi morto por engano. O alvo, na verdade, era um traficante de Coari, conhecido como Vitão.

Ainda conforme o delegado, o traficante estaria no mesmo local e possuía características similares à do cantor.

Vitão é traficante de Coari e tentava entrar no tráfico em Codajás.

As informações são de que os suspeitos teriam o pagamento pelo assassinato de Vitão em forma de um quilo de cocaína para cada um, avaliada em R$ 6 mil; porém, como acertaram a pessoa errada, não receberam nada.

Henrique, um dos acusados, disse estar arrependido.  “Não foi minha intenção matar, eu descarreguei o 38, mas estou muito arrependido de ter matado. Queria pedir desculpas aos familiares”, disse.

Anuncie em Nossas Pesquisas
Anuncie em Nossas Pesquisas

FAÇA SEU COMENTÁRIO SOBRE ESTA NOTÍCIA