Construtor Civil é morto com tiro no pescoço após reagir a assalto no Val Paraíso em Manaus

O construtor civil Manoel Montalvão  da Silva, 50, morreu, na manhã desta quinta-feira (18), após ser atingido com um tiro no pescoço ao reagir a um assalto. De acordo com a ex-nora dele, Lucineide Rocha, 33, o crime aconteceu logo após eles terem saído de casa, na Rua Timbó, no Val Paraíso, na zona leste de Manaus. O latrocínio foi praticado por um casal que fugiu em uma moto.                       

Lucineide informou que ela e Manoel estavam saindo para irem ao trabalho, quando o construtor foi rendido pelos criminosos. Segundo ela, o ex-sogro, que há havia sido assaltado várias vezes, pegou um pedaço de madeira e reagiu. “Ele ainda chegou a atingir o rapaz com uma paulada,  mas ele reagiu e atirou”, lembrou.                        

Após ter atirado, o suspeito fugiu na companhia da mulher. Manoel foi socorrido pelo filho e levado ao Hospital e Pronto-Socorro Dr. João Lúcio, onde morreu logo em seguida.

O caso será investigado pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS).

Com informações do Portal D24

ver mais notícias