Adolescente confessa que matou taxista por não ter dinheiro para pagar corrida

leonardo-taxista-latrocinio-divulgUm adolescente, de 17 anos, se apresentou, acompanhado de um advogado, na noite do último sábado (5), na sede da Delegacia Especializada em Apuração de Atos Infracionais (Deaai), zona centro-sul de Manaus, e confessou ter matado, com uma facada no pescoço, o taxista Leonardo do Nascimento Mascarenhas, 29, na madrugada de ontem, conforme informou a equipe de investigação da Deaai. 

De acordo com informações da polícia, o adolescente contou que solicitou uma corrida ao taxista, no Centro, em direção ao bairro Coroado, zona leste de Manaus, mas, ao chegar ao destino, afirmou não ter o dinheiro para pagar a corrida. De acordo com a equipe de investigação, o rapaz informou que o taxista ficou ‘exaltado’ e, por isso, ele o esfaqueou durante uma discussão. 

O adolescente permanecia detido até a publicação da reportagem, e, nesta segunda-feira (7), deve ser submetido à oitiva do Ministério Público do Estado do Amazonas (MP-AM).  

O taxista Leonardo do Nascimento Mascarenhas morreu após ser esfaqueado, na Rua Astro Barroso, bairro Coroado, zona leste de Manaus, conforme consta no registro da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestrado (DEHS), que investiga o caso.

A vítima foi socorrida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e encaminhada ao Serviço de Pronto-Atendimento do Coroado (SPA), onde morreu, às 3h10 de sábado, após ter um choque hemorrágico, conforme consta na especializada. ( D24)

Fatos 

O taxista Leonardo do Nascimento Mascarenhas, 29, morreu na madrugada deste sábado (5), após reagir a um assalto durante uma corrida, na rua Dom Bosco, no bairro Coroado, Zona Leste de Manaus. Os suspeitos, ainda não identificados, desferiram golpes de faca no pescoço da vítima. Colegas de trabalho de Leonardo prometem uma manifestação para cobrar mais segurança nas ruas da cidade

ver mais notícias