Piora o estado de saúde da bebê internada no hospital com suspeita de estupro

A menina teve convulsões, precisou ser entubada e transferida para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) pediátrica do hospital em estado grave.

Bebê de apenas quatro meses que está internada no Serviço de Pronto-Atendimento (SPA) do Galileia, localizado na Zona Norte de Manaus, apresentou uma piora no estado de saúde neste sábado (22).

Segundo informou o Conselho Tutelar. Segundo o órgão, a menina teve convulsões, precisou ser entubada e transferida para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) pediátrica do hospital em estado grave.

De acordo com a direção do hospital, ela deu entrada com pneumonia e infecção intestinal, havendo suspeita de estupro, pelo fato da criança estar defecando em excesso e com assaduras entre as pernas, os médicos suspeitaram do abuso e avisaram o Conselho Tutelar da Zona Norte.

A Susam deverá encaminhar a denúncia ao Serviço de Atenção às Vítimas de Violência Sexual (Savvis), na Maternidade Moura Tapajós, para que médicos especializados analisem a situação.
Conforme informações de parentes, a madrasta da menina tem fotos que comprovariam o abuso. A mãe da bebê tem 16 anos e seria usuária de drogas.

 

ver mais notícias