Vitória do Brexit ameaça liderança de Corbyn no Partido Trabalhista

LONDRES — Após o referendo britânico ter decidido pela saída do Reino Unido da União Europeia (UE), Jeremy Corbin, vê sua liderança no Partido Trabalhista ameaçada nesta sexta-feira. Dois membros da legenda oposicionista abriram uma moção de não-confiança contra o político, que fez uma forte campanha pela permanência do país no bloco europeu. Mas os partidários do Brexit saíram vitoriosos do referendo com 52% dos votos em seu favor, o que levou à renúncia do primeiro-ministro britânico, David Cameron.

Submetida pelas legisladoras Margaret Hodge e Ann Coffey, a moção pede para a próxima segunda-feira um debate sobre a liderança de Corbyn entre os representantes do Partido Trabalhista no Parlamento. Elas afirmam que ele não foi capaz de se conectar à população durante a campanha contrária à saída da UE.

— Para um líder, você precisa de alguém que possa comunicar uma mensagem e inspirar confiança. Eu acredito que ele tenha falhado nestes dois itens na campanha pelo referendo e, por isso, não acho que ele deveria ser líder do partido — disse Coffey. — Eu digo às pessoas: vocês pode vencer a eleição ou vocês pode ter Corbyn como líder. Mas não pode ter os dois.

Corbyn foi eleito no ano passado como líder do partido, provocando uma onda de entusiasmo pela sua agenda inclinada à esquerda. Mas ele já foi criticado por diversos membros do Partido Trabalhista por não ter conquistado o coração dos eleitores do Norte da Inglaterra e em outras partes do país na campanha contra o Brexit.

Um antigo eurocético, o líder trabalhista já se defendeu das críticas anteriormente sobre a sua campanha no referendo, culpando as medidas de austeridade do governo.

— Muitas comunidades estão cansadas dos cortes e das perturbações económicas e estão muito revoltadas com o modo com que foram traídas e marginalizadas por sucessivos governos nas áreas pobres do país — disse Corbyn à imprensa local. — O ponto que eu fazia é que havia coisas boas vindo da Europa em termos de condição de trabalho e de proteções ambientais, mas também havia outras questões que não haviam sido abordades apropriadamente.

ver mais notícias