Venda de imóveis em Orlando para brasileiros cresce 15%

thinkstockphotos-512119452São Paulo – A venda de imóveis para brasileiros em Orlando, no estado norte-americano da Flórida, cresceu 15% no primeiro semestre do ano, em relação ao mesmo período do ano passado. A queda do dólar impulsionou o interesse por investir em imóveis para alugar a turistas na cidade da Disney.

No primeiro semestre, o dólar caiu 20,52%, passando de 4,04 reais em 4 de janeiro para 3,21 reais em 30 de junho, segundo o histórico de cotações do Banco Central.

As informações são de um levantamento da imobiliária Lello, que presta serviços de assessoria a clientes interessados em comprar imóveis na Flórida. A variação foi verificada entre as transações realizadas pela imobiliária, mas a empresa não revelou exatamente quantas unidades foram vendidas.

O valor médio dos imóveis vendidos para os brasileiros foi de 250 mil dólares, hoje o equivalente a 782.625 reais, segundo o conversor de moedas do Banco Central.

“Mesmo com a crise econômica, investir em imóveis para alugar em Orlando ainda é uma boa oportunidade para brasileiros, porque o metro quadrado é muito mais barato do que em São Paulo, por exemplo”, explica Demétrio Alkessuani, consultor da Lello Internacional. Os imóveis em Orlando valorizam cerca de 10% ao ano.

Palestra

Na próxima quarta-feira, 26 de outubro, a Lello realizará um ciclo de palestras para orientar interessados em comprar imóveis nos EUA.

O evento será realizado em São Paulo, no Flat Transamérica do Jardim Paulista (Alameda Lorena, 473), às 12h, às 15h ou às 18h, com duração prevista de duas horas em cada horário. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas pelo site da Lello.

Revista Exame

ver mais notícias