Vítimas do ataque de Orlando são homenageadas ao redor do mundo

ORLANDO – Manifestantes tomaram as ruas ao redor do mundo nesta segunda-feira para protestar contra o atentado à boate Pulse em Orlando e prestar solidariedade com as vítimas e suas famílias. Em Londres, o bairro do Soho ficou lotado de pessoas que organizaram uma vigília em homenagem aos mortos no ataque. A Torre Eifel foi iluminada com as cores do arco-íris, e os organizadores da Eurocopa decidiram realizar um minuto de silêncio em todas as cidades sedes do evento.

As mobilizações se multiplicaram. Na Ponte do Porto, em Sydney, foram projetadas as sete cores do arco-íris, e o prédio da prefeitura da cidade australiana foi enfeitada com a cor rosa. A homenagem se repetiu em Tel Aviv, onde a prefeitura realizou projeções com as bandeiras dos Estados Unidos, de Israel e com as cores do movimento gay.

Milhares de pessoas se reuniram nas embaixadas dos Estados Unidos em cidades como Berlim, Estocolmo, Moscou e Bangcoc para prestar homenagens às vítimas. Em Londres, as ruas ficaram lotadas de manifestantes que organizaram uma vigília em memória das vítimas no bairro boêmio do Soho.

— Temos que permanecer unidos, defender nosso modo de vida e não ceder — declarou à AFP Helmut Metzner, militante da Federação Alemã de Lésbicas e Gays.

Líderes políticos lamentaram publicamente o ocorrido. “Paris está com Orlando. Esta noite, a Torre Eiffel se iluminará com as cores LGBT”, anunciou no Twitter a prefeita da capital francesa, Anne Hidalgo. O primeiro-ministro britânico, David Cameron, declarou-se horrorizado com a tragédia”. Mesmo países onde a homossexualidade costuma ser reprimida, como Egito e Rússia, prestaram condolências às vítimas e condenaram os episódios.

ver mais notícias