Trump liga pai de Cruz a assassino de Kennedy

INDIANÁPOLIS, EUA — O pré-candidato republicano à Presidência Donald Trump associou Rafael Cruz — pai do seu maior adversário nas primárias, Ted Cruz — a Harvey Lee Oswald, o assassino do ex-presidente americano John F. Kennedy. A afirmação foi feita em entrevista ao canal americano Fox News nesta terça-feira, no dia em que ele busca mais uma vitória em primárias pela nomeação do partido, em Indiana.

Ao ser perguntado o que pensava sobre a declaração de Rafael Cruz afirmando que votar em Trump poderia significar “o fim dos EUA”, o bilionário respondeu:

— Eu acho uma desgraça que ele possa fazer isso. E vocês sabem que ele estava com Harvey Lee Oswald antes de ele ser assassinado, mas ninguém fala disso. Foi noticiado e ninguém comenta. Mas eu acho tudo isso terrível.

Os boatos vieram à tona após a revista americana “National Enquirer” afirmar ter evidências fotográficas de Oswald e Rafael Cruz distribuindo panfletos favoráveis a Fidel Castro em 1963. A revista é a mesma que, há alguns meses, publicou reportagem dizendo que Ted Cruz teve casos extraconjugais durante a campanha presidencial. Na época, Cruz declarou que os rumores teriam sido plantados por Trump e seus seguidores.

A polêmica acontece no dia da primária do estado de Indiana, em que Trump espera conseguir uma boa vantagem e se aproximar do número de delegados necessários para conseguir maioria absoluta (1.237) e não precisar enfrentar uma convenção partidária aberta.

A campanha de Ted Cruz afirmou que os boatos a respeito do pai do pré-candidato são falsos e insignificantes, e que as mentiras contadas diariamente por Trump provam o quão desesperado ele está.

ver mais notícias