Sequestrador do avião da EgyptAir teria morado no Chipre até 1994

LARNACA, Chipre – O homem que sequestrou o avião da EgyptAir que ia da Alexandria para o Cairo, no Egito, foi identificado como Seif Eldin Mustafa. Afirmando ter um cinturão de explosivos, ele conseguiu desviar o voo para o aeroporto de Larnaca, no Chipre.

Segundo meios de comunicação cipriotas, Mustafa seria um egípcio que morou no Chipre até 1994. As informações são desencontradas sobre suas intenções. Enquanto o primeiro-ministro do Egito afirmou que o sequestrador havia pedido para se encontrar com funcionários da UE ou seguir para outro aeroporto, outros diziam que ele desejava se encontrar com a ex-mulher. A polícia cipriota informou que uma carta em árabe foi entregue a pedido de Mustafa a uma mulher chamada Marina, de 51 anos, com quem ele teve quatro filhos.

Outros rumores diziam que o sequestrador havia pedido a libertação de presas políticas. Mais cedo, no entanto, o governo do Chipre afirmara que o caso não estava relacionado a terrorismo.

— Ele pediu asilo, queria falar com alguém da UE. Parece uma pessoa instável — contou uma fonte ligada às investigações, acrescentando que o sequestrador havia mudado suas demandas iniciais.

A fonte relatou que uma vez que os reféns haviam sido liberados, “ele não teve outra alternativa a não ser se entregar”. Ainda não estava claro se ele realmente tinha explosivos.

ver mais notícias