Secretário de Estado dos EUA considera divisão territorial da Síria

WASHINGTON — O secretário de Estado dos Estados Unidos, John Kerry, afirmou que vai recorrer a um plano B para a Síria caso não seja cumprido o cessar-fogo acordado entre governo e oposição para a guerra civil que já assola o país há quase cinco anos: a repartição territorial da nação. A divisão do solo sírio pode ocorrer se também não se conseguir chegar a um governo de transição nos próximos meses.

— Pode ser tarde demais para manter o território da Síria unido se esperarmos muito mais tempo — afirmou Kerry ao Comitê de Relações Exteriores do Senado dos EUA, nesta terça-feira.

O secretário não defendia a divisão territorial como uma solução e se recusou a entrar em detalhes sobre a proposta. Não explicou, por exemplo, se seria necessário um aumento do envolvimento militar americano. Mas frisou que seria um erro afirmar que o presidente dos EUA, Barack Obama, não apoiaria a repartição síria.

ver mais notícias