Série de ataques deixa 15 mortos em Aleppo, diz observatório sírio

ALEPPO — Há relatos de que pelo menos 15 pessoas morreram e outras dezenas ficaram feridas em uma série de ataques a áreas controladas por rebeldes na cidade síria de Aleppo. Mais uma vez, um hospital foi alvo de um destes atentados. Segundo o Observatório Sírio para os Direitos Humanos (OSDH), há 10 crianças entre as vítimas fatais do mais recente episódio da guerra civil.

O bairro de Shaar foi alvo de barris de explosivos lançados a partir de aviões. Fontes dos serviços de resgate citaram 20 mortes. Em meio aos prédios destruídos, corpos foram retirados dos destroços.

Não está claro quem foi o responsável pelo ataque à cidade que já foi o centro comercial e industrial da Síria. No entanto, as forças do regime têm atuado intensamente para retomar o controle na região fragmentada.

O governo nega que lance explosivos ou outros tipos de artefato no país, mas o seu uso é amplamente documentado por testemunhas locais.Na terça-feira, o presidente sírio Bashar al-Assad havia prometido reconquistar cada centímetro do país dos seus oponentes, citando em particular Aleppo.

A cidade está dividida entre o controle do governo e de facções rebeldes desde 2012. Nos últimos meses, as forças do governo — apoiada por ataques russos —vêm cercando as áreas dominadas pelos rebeldes, cortando uma das rotas que levam à Turquia.

ver mais notícias