Protestos em EUA e países europeus se somam a manifestações no Brasil

RIO – América do Norte e Europa se somaram aos gritos de “Fora Dilma” que levou centenas de milhares às capitais dos estados brasileiros e muitas outras cidades. EUA e países como Portugal concentraram manifestações pacíficas, pedindo mudanças no governo e liberdade à atuação da Operação Lava-Jato.

Em Washington, a capital americana, o protesto ocorreu em frente ao consulado brasileiro. Algumas dezenas de pessoas, com camisas nas cores verde e amarelo, bandeiras e cartazes, se manifestaram por cerca de duas horas. Em tom pacífico, começaram o ato com o hino nacional e com palavras de ordem. O protesto ocorreu com a autorização da polícia e ocorreu sem incidentes, conta o correspondente do GLOBO Henrique Gomes Batista.

Em Nova York, dezenas de brasileiros com as cores da bandeira e cartazes contra o governo protestaram na Times Square, um dos principais pontos turísticos de Manhattan, e em ruas como a 46ª, famosa pela “colônia” brasileira.

Também houve protestos na cidade de Orlando, na Flórida, onde manifestantes se congregaram perto de uma agência do Banco do Brasil. Outras cidades, como Los Angeles, também se somaram aos protestos, assim como no Canadá.

Lisboa, Paris, Londres e Frankfurt também convocaram manifestações. Na capital portuguesa, a Praça Camões foi o cenário escolhido por dezenas de pessoas. Um protesto também foi convocado para a capital argentina, Buenos Aires.

ver mais notícias