Oposição venezuelana abre três frentes para tirar Maduro do poder

CARACAS — Como saída para a crise que a Venezuela enfrenta, a coalizão opositora Mesa de Unidade Democrática (MUD) concordou unanimemente em ativar, simultaneamente, uma alteração da Constituição, o referendo revogatório, e o pedido de renúncia, para apressar o fim do mandato do Maduro. Após uma longa reunião, segundo o deputado Américo De Grazia, dirigente do partido Causa R, o grupo decidiu levar adiante os processos paralelos.

A decisão de de promover simultaneamente as três opções foi ratificada nesta quinta-feira pelo secretário-executivo da MUD, Jesús Torrealba, que disse a uma rádio local que irá promover imediatamente uma “campanha nacional exigindo a renúncia” de Maduro, a opção do referendo revogatório e da emenda constitucional.

— Não podemos nos suicidar tendo apenas uma carta na manga. Precisamos de várias estratégias e de um sentido político comum — afirmou. — Todos concordam em levar adiante todos os mecanismos ao nosso dispor para produzir uma mudança política urgente.

ver mais notícias