Obama diz que vai deixar 8.400 soldados no Afeganistão

WASHINGTON — O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, afirmou nesta quarta-feira que vai deixar 8.400 soldados no Afeganistão. Em um pronunciamento na Casa Branca, ele afirmou que os talibãs continuam uma ameaça.

No início de junho, o governo Obama decidiu reforçar a ajuda ao governo afegão, em dificuldades para enfrentar os talibãs, dando mais margem de manobra a suas forças no país para intervir em combate contra os insurgentes.

Os rebeldes intensificaram desde abril as operações no Leste do país e reivindicaram vários atentados em Cabul.

O novo líder dos talibãs afegãos, o mulá Haibatulá Ajundzada, pediu no sábado passado a Washington que “coloque fim à sua ocupação no país”, em sua primeira mensagem difundida na ocasião do Eid al Fitr, que marca o fim do Ramadã.

ver mais notícias