Mulher é resgatada seis dias após colapso de prédio no Quênia

NAIRÓBI — Uma mulher foi resgatada nesta quinta-feira seis dias depois do colapso de um edifício em Nairóbi, capital queniana. A multidão aplaudiu o momento em que os bombeiros conseguiram retirá-la dos escombros.

A mulher sobreviveu em um bolsão formado por uma placa de cimento. Ela estava aparentemente bem e conversou com os médicos.

— Ela não pode se mover, mas está a salvo — disse Pius Masai, chefe da equipe de resgate, após a sobrevivente ser localizada.

No início da semana, quando as esperanças de encontrar sobreviventes diminuíam, um bebê foi encontrado com vida, desidratado, mas sem ferimentos graves. O pai também escapou, mas a mãe mais tarde foi confirmada entre os mortos.

Até o momento, cerca de 135 pessoas foram resgatadas do prédio. Outras 93 ainda não foram encontradas.

O prédio no subúrbio de Huruma, uma área pobre da capital, tinha seis andares e 198 apartamentos. Ficava ao lado de riacho, e as autoridades acreditam que, com as chuvas, a água tenha derrubado as fundações, mal feitas.

Chuvas mais fortes do que o normal, assim como inundações, já derrubaram prédios nas áreas mais pobres da capital no passado. Tanto o povo quanto o governo culpam construções mal feitas: o presidente do país, Uhuru Kenyatta, ordenou a prisão dos donos do prédio.

ver mais notícias