Muito além de Trump: outros candidatos curiosos querem ser presidentes dos EUA

WASHINGTON — Não é só o polêmico magnata Donald Trump que nem parece um candidato de verdade, a disputa pela Casa Branca também conta com um advogado que diz ter viajado no tempo, uma mulher tentou virar uma “American Idol” e até um homem chamado Santa, em referência ao Papai Noel. Apesar de soar como brincadeira, eles estão entre os 1.5 mil candidatos listados pela Comissão Federal Eleitoral nos EUA.

Isso porque para se inscrever na disputa, é muito fácil: basta ter mais que 35 anos, ser um cidadão nascido nos EUA e ter vivido no país por pelo menos 14 anos. Mas alguns dos candidatos nem sequer preenchem esses requisitos. Um deles é o desenvolvedor de redes Mathew Tyler, da Califórnia, com apenas 31 anos.

— Elegemos um afro-americano, então pensei que era hora de ter o primeiro candidato com menos de 35 anos — disse Tyler ao jornal “The Huffington Post” e disse esperar uma reforma na legislação do país.

Há ainda outros mais bizarros. O advogado Andrew Basiago alega que já viajou no tempo e foi parar na época da Guerra Civil. Entre suas promessas de campanha está revelar a verdade sobre ETs.

A estudante Darwin Reedy, de 36 anos, também se candidatou e conta que a sua tentativa ao se inscrever para o programa musical “American Idol” a ajudaram a lidar com as críticas.

Não para por aí. Com a barba grande, típica de Papai Noel, o americano Santa Roy Clark (que adicionou Santa ao seu nome) diz que planeja vender o avião presidencial no Ebay se for eleito. E o seu vice é nada mais, nada menos que um gato.

ver mais notícias