Kerry pede fim de hostilidades na Síria em encontro com rei saudita

JIDÁ — O secretário de Estado dos Estados Unidos, John Kerry, reuniu-se neste domingo com o rei da Arábia Saudita, Salman bin Abdul Aziz, para discutir a frágil trégua na Síria. O encontro antecede uma série de conversas que incluem autoridades de Rússia, Irã e outros países em Viena, na próxima terça-feira.

Kerry afirmou que espera fortalecer um acordo de “fim das hostilidades” entre as forças do governo sírio e os rebeldes, que acabou desacreditado pela continuidade dos combates em algumas regiões, e aumentar a ajuda humanitária a áreas isoladas pelo conflito.

Estados Unidos, Arábia Saudita e outros países ocidentais e do Golfo Pérsico, além da Turquia, respaldam os grupos rebeldes que lutam para retirar do poder o presidente Bashar al-Assad, que por sua vez conta com o apoio militar de Rússia e Irã.

Na próxima terça, EUA e Rússia comandarão uma reunião do Grupo Internacional de Apoio à Síria, que inclui países da Liga Árabe e da União Europeia, além de Turquia, Irã e China.

ver mais notícias