Homem é violentado com cassetete por policiais

Policial foi acusado de estuprar um jovem com cassetete

Um policial francês foi acusado de atacar um jovem que ficou gravemente ferido depois de supostamente ter sido estuprado com um bastão.

 

 

Jovem acusa quatro policiais de estupro na hora de uma abordagem na França. As filmagens de segurança mostram que os policiais o atacaram e um deles forçou seu cassetete em sua passagem anal, depois que o pararam na rua durante uma verificação de identidade. O homem, trabalhador jovem de 22 anos de idade, ficou gravemente ferido e ainda está internado após uma cirurgia, disse seu advogado.

Um suposto vídeo do ataque tem circulado na internet, mostrando oficiais parando o homem, que foi supostamente sodomizado com um bastão expansível depois de resistir à busca. Além do oficial acusado de #Estupro, outros três oficiais foram acusados ​​de “violência deliberada”. Todos enfrentam julgamento. A #Polícia argumenta que os ferimentos do homem são consistentes com um acidente e que de maneira nenhuma eles usaram o bastão no ânus do rapaz. Hoje, manchas de sangue ainda eram visíveis onde o suposto ataque aconteceu e o homem ainda estava “traumatizado” com uma “ferida grave” no hospital.

O ministro francês do Interior, Bruno Le Roux, suspendeu os quatro policiais e disse que as condições de detenção do oficial devem ser estabelecidas “muito claramente e sem ambiguidade”. O suposto ataque ocorreu no subúrbio parisiense de Aulnay-sous-Bois, onde as pessoas têm marchado em solidariedade com a suposta vítima. Aulnay-sous-Bois foi um dos subúrbios mais atingidos durante os tumultos de 2005 em torno da capital francesa.

Houve tumulto todas as noites desde o suposto estupro, com a delegacia vandalizada e centenas de pessoas se juntando pedindo justiça. Os quatro oficiais foram suspensos da força policial, devido ao incidente que aconteceu na semana passada. O suposto estupro levou a novas acusações de brutalidade policial e provocou pequenos confrontos e ataques de incêndio criminoso na delegacia durante o fim de semana.

“Ele estava lá na hora errada e se deparou com alguns bandidos”, disse um membro da família da suposta vítima. A polícia francesa diz que eles são freqüentemente alvo de criminosos em áreas ásperas em torno de #Paris e outras cidades. Como eles jogam um jogo de gato-e-rato com gangues e traficantes de drogas. “Estamos fazendo todo o possível para manter a ordem pública”, disse uma fonte policial local.

Com Informações Blasting News

 

ver mais notícias