Farage comemora apuração a favor do Brexit: ‘Estamos ousando sonhar’

LONDRES — “Estamos ousando em sonhar”, escreveu no Twitter o líder pró-Brexit do Ukip (Partido pela Independência do Reino Unido), Nigel Farage, depois que a saída do Reino Unido da União Europeia começou a se consolidar na apuração dos votos sobre o referendo britânico e tomou dianteira sobre a permanência. Com 70% dos distritos contabilizado, 51,7% dos eleitores votavam pela saída, contra 48,3%. As redes BBC e ITV News já projetaram a vitória do Leave (sair).

Mais cedo, Farage havia afirmado que parecia que o a permanência no bloco ganharia o referendo.

— Uma nova aurora de um Reino Unido independente está surgindo. Será uma vitória para as pessoas reais, pessoas decentes — disse o líder do Ukip a apoiadores. — Espero que esta vitória ponha abaixo este projeto fracassado (referindo-se à UE) e leve a uma Europa de de nações soberanas, que negociam em conjunto.

De acordo com a BBC, o líder da campanha da Brexit afirmou que o premier britânico, David Cameron — que defende a permanência do país no bloco — deve renunciar “imediatamente” caso vença a Brexit.

Mais cedo, no entanto, Farage afirmou que o tempo ruim poderia favorecer a vitória pela saída da UE. O argumento era que os jovens, mais inclinados à permanência no bloco, tinham menos tempo para esperar a chuva melhorar e ir ao centro de votação.

Durante a noite, antes do início da apuração, uma carta enviada ao premier David Cameron, assinada por 84 parlamentares conservadores favoráveis à saída, pedia que ele fique no cargo seja qual for o resultado, por ter “o poder e o dever de continuar a conduzir a nação”. O manifesto foi interpretado como uma tentativa do Partido Conservador de já tentar reverter a crise que rachou a legenda, dando apoio a Cameron. Entre os signatários está Boris Johnson, ex-prefeito de Londres e um dos líderes da campanha pelo Brexit.

Com o resultado parcial, a libra esterlina libra alcançou seu nível mais baixo em 31 anos.

ver mais notícias