‘Estado Islâmico ganhou guerra por seus jovens dispostos a matar e morrer’

BERLIM – Bruno Schirra, autor do livro “A jihad global”, considera Orlando o início de uma série de atentados no Ocidente. Sob pressão na Síria, o Estado Islâmico (EI) aposta no recrutamento dos chamados lobos solitários, o segundo pilar da estratégia jihadista depois da rede organizada de terror. Segundo Schirra, desequilíbrios do atirador Omar Mateen podem ter exercido papel na radicalização do filho de afegãos. Mas ele afirma que Mateen “aprendeu o ódio contra gays em mesquitas onde imãs conclamavam à morte de homossexuais”.

Na sua opinião, o autor do atentado de Orlando agiu por problemas psíquicos ou era integrante do Estado Islâmico?

Problemas psíquicos são desculpa da família. Embora não tenha treinado na Síria, Mateen foi recrutado pelo EI via internet. O porta-voz do grupo disse na web que os adeptos não precisariam mais ir à Síria. O EI dispõe de lobos solitários dispostos a morrer para matar quem consideram inimigos. Orlando poderá entrar para a História como o início de uma era de atentados no Ocidente.

Qual foi a importância do background familiar?

Enorme. Mesmo depois do atentado, o pai, que já foi político no Afeganistão, disse que “Deus (Alá) deve julgar os gays”. Omar espancava a esposa não por ser bipolar, mas porque ela não o obedecia. O problema psíquico pode ter sido importante no início da radicalização, mas ele aprendeu o ódio contra gays ao frequentar mesquitas onde os imãs pregavam o ódio e conclamavam ao assassinato de homossexuais. Os investigadores americanos têm gravações que comprovam isso.

Na semana passada, a Alemanha confirmou a prisão de quatro homens — dois refugiados e dois residentes — que planejavam atentados em Dusseldorf. A Alemanha pode ser alvo?

Por informações das autoridades de segurança não divulgadas, eu diria que algo acontecerá na Alemanha até o fim do ano. O mais recente atentado de Paris mostra como a proteção é impossível.

O que os países podem fazer para evitar novos ataques?

Podem prender suspeitos, mas é impossível descobrir futuros autores. O EI já ganhou a guerra porque conquistou jovens que continuarão dispostos a matar mesmo se o grupo deixar de existir. O Ocidente vai terminar não protegendo o seu modelo liberal de sociedade. Veja Trump nos EUA e os partidos de extrema-direita na Europa…

Quais as conclusões do seu próximo livro, que será lançado em algumas semanas?

O Ocidente é em parte culpado pela ameaça terrorista que recebe. Arábia Saudita, Emirados e Qatar financiaram o terror e nunca foram alvo de represálias, porque o Ocidente depende do petróleo deles.

ver mais notícias