Ela acreditava em um mundo melhor, diz marido de deputada britânica

LONDRES — O marido da deputada britânica morta em um ataque nesta quinta-feira afirmou em um comunicado que ela “acreditava em um mundo melhor e lutava por isso todos os dias”.

Jo Cox morreu após ser baleada e esfaqueada na cidade de Birstall, perto de Leeds. Ela iria completar 42 anos na próxima quarta-feira. Um suspeito de 52 anos foi preso.

Seu marido, Brendan Cox, disse que ela gostaria de ver todos unidos “para lutar contra o ódio que a matou”.

“Hoje é o início de um novo capítulo em nossas vidas. Mais difícil, mais doloroso, menos alegre, menos cheio de amor. Eu, os amigos de Jo e sua família trabalharemos todos os momentos de nossas vidas para amar e nutrir os nossos filhos e lutar contra o ódio que matou Jo”, disse Brendan.

ver mais notícias