Dois homens são presos na Rússia após prestarem tributo às vítimas de Orlando

MOSCOU — Dois homens gays russos afirmaram terem sido presos pela polícia depois de tentaram prestar homenagem às vítimas de Orlando em frente à embaixada dos Estados Unidos em Moscou.

Islam Abdullabeckov e Felix Glyukman pretendiam deixar uma faixa com os dizeres “O amor vence”, mas a polícia acusou-os de violar as leis de protesto do país.

— Quando viemos colocar o cartaz no chão, o policial segurou o cartaz e nos disse que deveríamos sair — contou Glyukman. — Estamos em estado de choque. Isso é muito estranho e muito triste.

Eles foram detidos por três horas e acusados de não prestarem informações sobre um “evento público”. Os homens alegaram que não se tratava de um evento público nem de uma ação política.

Imagens mostram os homens sendo levados pela polícia e sentados em um carro policial.

ver mais notícias