Disputa londrina entre filho e cunhado de paquistaneses divide país

ISLAMABAD – Enquanto londrinos aguardavam os resultados de uma acirrada batalha pela prefeitura da cidade, no Paquistão, a quase 6 mil quilômetros de distância, o confronto entre o trabalhista Sadiq Khan e o conservador Zac Goldsmith também mobilizava a população local.

Nascido no Reino Unido, Khan — um muçulmano moderado que se descreve como “orgulhoso feminista” — é filho de imigrantes paquistaneses e cresceu no multicultural bairro de Tooting.

Seu rival é o irmão mais jovem de Jemima Goldsmith, a herdeira britânica que “se converteu ao Islã” para se casar com Imran Khan — lenda do críquete e líder do Movimento Paquistanês por Justiça, partido de oposição — com quem teve dois filhos. O pai foi eleito na França para o Parlamento Europeu, e criou, no Reino Unido, o Partido do Referendo, em 1994, que defendia a saída do país da União Europeia.

A eleição dividiu simpatizantes do ex-esportista, que apoiaram Goldsmith, contra pessoas que se encantaram com a trajetória de vida de Sadiq Khan, o filho de um motorista de ônibus que chegou ao alto escalão da política britânica. O passado de Khan — que admitiu ter realizado aparições públicas ao lado de muçulmanos radicais antes de iniciar sua carreira política — foi explorado por Goldsmith, que acusou o trabalhista de fornecer “plataformas, oxigênio e cobertura” a extremistas. Khan respondeu, prometendo ser “o muçulmano britânico que combaterá os extremistas” e criticando o conservador por promover uma campanha “suja e alarmista”.

Na noite de quinta-feira, a eleição para a prefeitura de Londres era um dos principais tópicos no Twitter, especialmente na cidade de Karachi, onde familiares de Khan vivem. Jornalistas destacavam a influência que a eleição poderia ter sobre a visão que os londrinos mantêm sobre os paquistaneses, e até mesmo Reham Khan, outra ex-mulher de Imran Khan, manifestou seu apoio ao trabalhista.

Jemima lamentou a má reputação da campanha de seu irmão.

— Fico triste pela campanha de Zac, que não refletiu o ambientalista e político independente e íntegro que conheço — afirmou Jemima. — Parabéns a Sadiq Khan, o primeiro prefeito muçulmano de Londres, uma cidade para todas culturas, origens e religiões. Ele é um grande exemplo para a juventude muçulmana.

ver mais notícias