Deputados da oposição são agredidos em Caracas

CARACAS — O deputado Julio Borges contou ter sido agredido junto com outros parlamentares por simpatizantes chavistas quando tentava entrar no Conselho Nacional Eleitoral. Borges fazia parte de um grupo de 60 parlamentares que foi ao órgão eleitoral exigir que seja marcada a data para validar as assinaturas do referendo revocatório. Mas ele foram retirados à força, segundo o jornal “El Nacional”. Outros dizem que foram simpatizantes do governo que os agrediram.

Fotos no Twitter mostram Borges com o rosto ensanguentado. Outro deputado, Alfonso Marquina, também foi agredido.

— Estamos no CNE exigindo o referendo. Vários deputados foram agredidos e a Guarda Nacional Bolivariana não fez nada — disse Juan Guaidó.

O confronto ocorreu num dia em que tanto manifestações de grupos pró-governo quanto da oposição estavam marcados.

ver mais notícias