Deputados da oposição são agredidos em Caracas

CARACAS — O deputado Julio Borges contou ter sido agredido por simpatizantes chavistas quando caminhava do Conselho Nacional Eleitoral até a Assembleia Nacional. Borges fazia parte de um grupo de 60 parlamentares que foram ao órgão eleitoral exigir que seja marcada a data para validar as assinaturas do referendo revocatório. Mas foram retirados à força, segundo o jornal “El Nacional”. Outros dizem que foram simpatizantes do governo que os agrediram.

Fotos no Twitter mostram Borges com o rosto ensanguentado. Outro deputado, Alfonso Marquina, também foi agredido.

— Estamos no CNE exigindo o referendo. Vários deputados foram agredidos e a Guarda Nacional Bolivariana não fez nada — disse Juan Guaidó.

O confronto ocorreu num dia em que tanto manifestações de grupos pró-governo quanto da oposição estavam marcados.

ver mais notícias