Caça norueguês atira contra a própria torre de controle

Um caça F-16 atirou por engano na sua própria torre de controle na Noruega. O incidente aconteceu no dia 13 de abril, uma quarta-feira, mas só foi divulgado hoje.

Os jatos da Força Aérea norueguesa estavam treinando ataques em alvos simulados no arquipélago de Tarva, na costa oeste do país. Durante o treinamento, um deles acidentalmente atirou na torre, que estava a cerca de 450 metros do alvo mais próximo. Dentro dela, três oficiais controlavam os alvos. Nenhum deles ficou ferido.

O F-16 estava equipado com um canhão automático M61 Vulcan, capaz de disparar mais de seis mil tiros por minuto. O número de projéteis que atingiram a torre não foi divulgado por oficiais noruegueses.

O piloto do caça e os três oficiais presentes na torre foram imediatamente interrogados por investigadores que, agora, estão tentando desvendar o motivo do acidente.

Em 2009, houve um acontecimento parecido. Caças F-16 atiraram contra a mesma torre, e também não houve feridos. As investigações por trás dos tiros de 2009 ainda não foram encerradas.

ver mais notícias