Avião da Egyptair desvia rota por ameaça de bomba

CAIRO — Um avião da Egyptair fez um pouso forçado no Uzbequistão por causa de uma ameaça de bomba. Os 118 passageiros e os 17 tripulantes a bordo do Airbus deixaram a aeronave. Em seguida, investigadores descobriram que era alarme falso: não havia nenhum explosivo no voo que ia do Cairo a Pequim.

Segundo autoridades, o avião foi devidamente inspecionado por forças de segurança após o pouso no Uzbequistão. O incidente vem como um susto, sobretudo, após a queda de um avião da mesma companhia aérea no mês passado.

Há apenas três semanas, um voo da Egyptair que ia de Paris ao Cairo caiu no Mediterrâneo. Não houve sobreviventes entre as 66 pessoas a bordo. A causa da queda não foi determinada pelos investigadores.

Para autoridades egípcias, a suspeita de ato terrorista é mais provável do que falhas técnicas. As caixas-pretas ainda não foram encontradas, mas já há sinais que aproximam os investigadores das evidências capazes de oferecer respostas sobre a tragédia.

ver mais notícias