Atirador de Orlando comprou 3 passagens de avião na véspera do ataque

ORLANDO — Omar Mateen, o extremista que matou 49 pessoas numa boate gay de Orlando, comprou na véspera do massacre três passagens de avião, revelaram fontes à rede de TV americana CNN. Não foi informado qual seria o destino e se as três passagens seriam para Mateen, a mulher e o filho.

Segundo fontes, ele teria visitado a boate Pulse no dia do ataque, saído e retornado de duas a três horas depois armado. A primeira ida à casa noturna poderia ter sido para checar a segurança no local, disseram pessoas que pediram à emissora para não serem identificadas.

Durante o massacre, Mateen entrou em contato com as autoridades e se identificou como um “soldado islâmico”. Ele também criticou os bombardeios ao Iraque e à Síria e jurou lealdade ao líder do Estado Islâmico.

ver mais notícias