Após permanecer cinco horas fechado, aeroporto volta a operar em Istambul

ISTAMBUL — Depois de permanecer cerca de cinco horas fechado, o aeroporto internacional de Istambul voltou a operar com poucos voos previstos. O ataque perpetrado por três terroristas suicidas na noite de terça-feira levou ao fechamento do aeroporto Ataturk, com proibição de decolagem e aterrissagem de qualquer a aeronave. Ao menos 41 pessoas foram mortas, incluindo 13 estrangeiros, e 239 ficaram feridas no atentado.

Apesar da reabertura, a maioria dos voos continua cancelado ou atrasado. Segundo a emissora NTV, o aeroporto se prepara para voltar à normalidade.

A companhia Turkish Airlines anunciou que muda ou cancela de forma gratuita todas as passagens emitidas até 31 de julho.

O ataque no terceiro aeroporto mais movimentado da Europa foi um dos mais mortais em uma série de atentados suicidas nos últimos meses na Turquia. O país faz parte da coalizão liderada pelos Estados Unidos que luta contra o Estado Islâmico em Iraque e Síria.

A posição de Istambul, uma ponte entre a Europa e a Ásia, faz do aeroporto de Ataturk, o maior do país, um importante centro de trânsito da Turquia para passageiros em todo o mundo.

ver mais notícias