Adolescente acusado de estuprar menina de 7 anos é queimado vivo na bolivia

Acusado de estuprar uma menina de 7 anos, adolescente de 16 anos foi queimado vivo por uma multidão revoltada em uma localidade do sudoeste da Bolívia.

O caso aconteceu na segunda-feira passada (20), em Toro Toro, no departamento andino de Potosí. Uma multidão invadiu a delegacia, onde o agressor estava sendo interrogado. A multidão pegou o acusado e ateou fogo a ele na porta da delegacia, segundo contou o delegado à TV local.

Os médicos não conseguiram salvar o adolescente acusado de estupro e que foi punido, segundo as pessoas envolvidas, pela “justiça comunitária”.

ver mais notícias