MP deve denunciar pelo menos 500 pessoas por massacre em cadeia de Manaus

Manaus/AM-Nesta sexta-feira (28), foram divulgados os primeiros resultados obtidos nas investigações do Grupo de Enfrentamento do Sistema Prisional.
O Ministério Público do Estado (MP-AM) afirmou que pelo menos 500 pessoas devem ser denunciadas pelos homicídios de 56 detentos na chacina do Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj), no início deste ano.
Além disso, o Ministério Público afirmou que já abriu sete ações civis públicas contra as empresas responsáveis pelos presídios e contra o governo do estado.

As denúncias de responsáveis pela chacina ainda devem seguir para a Justiça em outras ações civis públicas após o fim das investigações criminais segundo o procurador-geral. As ações já encaminhadas à Justiça são referentes ao contrato de concessão administrativa de presídios do estado com o Consórcio Pamas SPE S/A, e às infrações referentes a infraestrutura das unidades prisionais.

ver mais notícias