Melo se diz injustiçado após ser cassado e não garante que retorna à vida política

Melo considera que foi injustiçado, mas que ainda respeitar a decisão e vai aguardar a publicação do acórdão

O governador do Amazonas, José Melo (Pros), afirma que não tem pretensões de voltar à vida política, na qual atuou como vice-governador e governador do Amazonas, quando foi cassado na manhã desta quinta-feira (4) recebeu com grande surpresa essa decisão do TSE, e considerou injusta, pois disse que não praticou nenhum ato reprovável.

Melo considera que foi injustiçado, mas ainda “respeitar a decisão”. “Vou aguardar a publicação do acórdão”, finalizou.

José Melo se reúne com advogados para definir quais medidas serão adotadas.

ver mais notícias