Mãe e padrasto são presos acusados de estuprar bebê de 1 ano

O bebê não resistiu aos ferimentos e morreu no hospital 

O padrasto foi preso acusado de estuprar uma menina de 1 anos e 6 meses em Caldas Novas (GO). Na quinta-feira (4), a mãe da menina também foi presa, por omissão. Fernando Marques Silva, de 25 anos e Denise Moreira, 23 anos, eram casados e internaram a criança dizendo que ela teria caído da cama. Os ferimentos causaram a morte da menina por hemorragia interna.

A criança chegou ao hospital com vários hematomas pelo corpo e desacordada. A equipe prestou os primeiros socorros, com técnicas de reanimação. No entanto, a menina não resistiu. Diante dos diversos sinais de agressão sexual, o corpo foi encaminhado para o IML, que constatou a morte por um rompimento de órgãos internos, proveniente de violência sexual recente.

Ambos irão responder por estupro de vulnerável, o padrasto com agravante da morte. Se condenados, podem ter a pena de 12 a 30 anos de prisão.

ver mais notícias