Homem estrangula mulher após briga sobre quem ficaria com ar-condicionado

Um homem estrangulou a mulher depois de uma discussão sobre quem ficaria com o aparelho de ar-condicionado na divisão de bens do divórcio, em Campo Grande, Zona Oeste do Rio de Janeiro.
De acordo com informações Marcos Leonardo dos Santos, de 40 anos, tentou registrar na polícia um suposto desaparecimento de Angela Gonçalves Pinto, também de 40 anos. No entanto, o homem caiu em contradição e os policiais suspeitaram do caso.

Horas depois a polícia identificou que o suspeito estava com o cadáver no porta-mala do carro, estacionado à porta da delegacia. Ele foi preso em flagrante na tarde de sexta-feira (26).

O suspeito vai responder por homicídio qualificado por asfixia, ocultação de cadáver e comunicação falsa de crime.

O delegado William Pena Júnior, titular da 34ª DP (Campo Grande) falou sobre o ocorrido “Ele disse que haviam furtado o carro dele. Notamos que havia algo estranho. Policiais que trabalharam na Divisão de Homicídios fizeram a reconstituição do caminho com ele e chegaram à residência do casal. Lá, tinha sangue, um panorama diferente do que ele contou. Aí ele confessou que havia matado a mulher e escondido o corpo”, relatou.

O acusado disse em depoimento que brigou com a esposa devido a divisão de bens da separação. Os dois discordavam sobre quem deveria ficar com o aparelho de ar-condicionado. Contrariado, ele estrangulou e matou a vítima.

O suspeito vai responder por homicídio qualificado por asfixia, ocultação de cadáver e comunicação falsa de crime.

ver mais notícias