Em carta, menina de 12 anos denuncia o pai por estuprar suas duas irmãs

Os abusos sexuais praticados pelo pai contra as duas meninas, de 11 e 15 anos, foram confirmados por exames

Uma menina de apenas 12 anos fez uma carta e entregou ara sua professora sobre abuso sexual praticado por seu pai: “Meu pai é ruim. Ele estupra as minhas irmãs”. O caso chegou ao Conselho Tutelar e à Polícia Militar na quinta-feira (23), o homem de 40 anos foi preso e autuado, mas negou os crimes.

O estupro praticado contra as duas meninas, de 11 e 15 anos, foram confirmados de acordo com a Polícia Civil através de exames. A criança relatou que suas irmãs, que vivem em Araguaiana, a 570 km de Cuiabá (MT), eram forçadas a tomar bebidas alcoólicas e depois a praticarem sexo com ele.

Além de suas três filhas, um menino de 14 anos que também é filho também vivia com o homem na zona rural da cidade. Os cinco moravam sozinhos, já que a mãe está presa por tráfico de drogas.  “A diretora recebeu  a carta da professora da escola com a foto da cartinha da criança, que revelava esses abusos contra as irmãs. Inclusive a carta pontuava que a adolescente teria sido estuprada durante toda a noite”, contou o comandante da PM.

Vieira afirma que tentou conversar com o suspeito. “Ele abaixava o olhar e não queria olhar para nós [policiais]. Ele estava abalado com a situação [da descoberta do crime].” Junto dos filhos, ele foi levado para a delegacia da Polícia Civil em Barra do Garças, a 516 km de Cuiabá.

As vítimas estão sob proteção do Conselho Tutelar.

ver mais notícias