CM7

     
 
 
Manaus, 18 de outubro
Mercado financeiro
Dólar
Euro
 
 
Home / Crianças que deveriam estar na escola ou brincando, agora são vitimas da sociedade do crime. Precisamos salvar nossas crianças!

Crianças que deveriam estar na escola ou brincando, agora são vitimas da sociedade do crime. Precisamos salvar nossas crianças!

Da redação | 24/05/2016 23:07

Todos os dias me deparo com notícias de crianças que se tornam criminosas, antes eram jovens de 16 anos que apareciam cometendo crimes, laranja de traficantes e criminosos porque não poderiam ser presos. Mas hoje me assustei com a idade dessas crianças que se envolveram em assalto, dois meninos de 11 e 12 anos, meninos que poderiam estar na escola ou brincando de bola na rua com outros amigos, hoje no lugar da bola e da pipa, uma arma. Parece que agora a brincadeira é ser marginal, assaltar e matar pessoas.

Onde está a família? Onde esta o Estado, os políticos, as escolas? A idade para iniciar no crime agora é de uma criança de 10 anos, e 11 anos?

Família estruturada não gera criminoso. O que está faltando? Onde estamos falhando?

 

Mãe e pai presentes na educação dos filhos, uma sociedade mais justa que tira os jovens da rua e coloca no colégio e uma política de segurança mais presente nas escolas, coibindo que estas crianças saiam do colégio na hora da aula.

A sociedade Cristã desse Estado precisa se unir e ajudar famílias e crianças que precisam de ajuda e acompanhamento psicológico e cristão. Falta Deus nessas famílias.

Não podemos permitir que o crime arranque nossos filhos de casa, que as drogas consumam a esperança e sonhos de ver nossos filhos em uma faculdade e com futuro seguro.

Precisamos regatar a pureza e a inocência das nossas crianças.

“Mas Jesus chamou a si as crianças e disse: “Deixem vir a mim as crianças e não as impeçam; pois o Reino de Deus pertence aos que são semelhantes a elas.
Digo-lhes a verdade: Quem não receber o Reino de Deus como uma criança, nunca entrará nele”.
Lucas 18:16,17

Voltar Avançar
Anuncie em Nossas Pesquisas
Anuncie em Nossas Pesquisas

FAÇA SEU COMENTÁRIO SOBRE ESTA NOTÍCIA