Sócrates Bomfim Neto é o industrial do ano

Hoje, o empresário de comunicação, Sócrates Bomfim Neto, receberá o Prêmio Industrial do Ano 2016. A homenagem foi concedida pela Fieam (Federação das Indústrias do Estado do Amazonas) e pelo Cieam (Centro da Indústria do Estado do Amazonas). O anúncio foi uma grata surpresa para o jovem empresário, que obteve aprovação unânime do duplo colegiado. A cerimônia de entrega do prêmio será realizada nesta sexta-feira (20), no tradicional salão de festas do Clube do Trabalhador do Amazonas, na av. Cosme Ferreira, 3.295, bairro São José 1, zona Leste de Manaus.
Sócrates Bomfim Neto é vice-presidente do Jornal do Commercio, graduado em Administração, pela Escola de Negócios da Universidade de Miami (EUA), na turma de 1998. Possui MBA em Gestão; Inovação e Empreendedorismo, ambos, pela Faculdade Stein da Universidade de Nova Iorque (EUA), diplomado em 2007, estagiou no The Wall Street Journal, no mesmo ano. 


No mundo corporativo, Sócrates Bomfim obteve destaque como CEO do Jornal do Commercio, Rádio Baré/CBN Amazônia e SB Imóveis. Ocupa os cargos de vice-presidente da Fieam; vice-presidente da Câmara de Comércio Estados Unidos da América no Amazonas; conselheiro do Sistema Sesi/Senai e do Sebrae; conselheiro do Conselho Municipal de Gestão Estratégica, presidente do Sineja (Sindicato das Empresas Jornalísticas do Estado do Amazonas) e secretário do Sinderpan (Sindicato das Empresas de Radiodifusão, TV e Rádio do Estado do Amazonas). 
Surpresa
Mesmo com a expertise administrativa, Sócrates Bomfim foi surpreendido com a indicação ao prêmio. “Primeiro eu vejo com espanto, porque eu não esperava o prêmio. Demorei a acreditar, mas obviamente, estou bastante satisfeito e feliz. É um prêmio muito importante, já consolidado há várias décadas”, disse. Esse espanto se traduz no reconhecimento, porque são nos momentos de crise que surgem os grandes líderes. 
O executivo de um dos jornais mais tradicionais da região Norte, com 112 anos registrando os fatos e notícias do Amazonas, do Brasil e do Mundo, consegue manter seus profissionais tanto de comunicação, bem como os administrativos. É o veículo de comunicação que, até o momento, não aderiu às demissões. 
“Eu vejo como a manutenção dos empregos aqui no jornal e a importantíssima força de trabalho que nós temos não pode ser desperdiçada. Eu vejo como um dever nosso manter a todos, obviamente com sacrifício. Mas eu acredito que isso é importante, que se não tivesse sacrifício, fosse fácil, qualquer pessoa o faria. Mas realmente os tempos atuais, este ano e o ano passado tem sido bem difíceis”.
Generosamente Sócrates Bomfim referencia esta homenagem ao seu avô homônimo. Ele salienta que no segundo ano da instituição do prêmio Industrial no Amazonas, o seu avô Sócrates Bomfim ganhou como gestor da Siderama (Companhia Siderúrgica da Amazônia).
“Eu fico mais feliz ainda porque o meu avô foi o segundo ganhador desse prêmio como gestor da Siderama, a primeira siderúrgica do Amazonas. Realmente foi um fato à época e ainda hoje é um esforço hercúleo, para alguém conseguir montar uma siderúrgica aqui no Amazonas com todos os problemas de logística. 
Mas eu fico muito satisfeito com o prêmio e também por estar sendo o segundo da família a ganhar o prêmio. Por isso, me deixa mais satisfeito ainda”, reconheceu.
Justa homenagem ao desempenho
De acordo com o presidente da Fieam, Antonio Silva, a homenagem faz jus ao desempenho empresarial nos momentos de crise, seja política, econômica, institucional, social ou numa combinação delas. “Sócrates Bomfim representa o industrial exemplar que, diuturnamente, motiva o nosso reconhecimento. Jovem empresário dedicado e com coragem, está sempre a postos para lutar em prol do desenvolvimento da nossa terra e da nossa gente, defendendo o nosso parque industrial e valorizando os nossos trabalhadores”, salientou.
Segundo o presidente do Cieam, Wilson Périco, este é um momento de reconhecimento ao empreendedorismo da família na pessoa do empresário Sócrates Bomfim. “Um jovem do qual nós nos orgulhamos, também é um companheiro na Federação, compondo a diretoria e faz um imenso trabalho”, frisou.
Périco ratifica que “fazer homenagem quando está tudo bem é muito fácil. Eu acredito que esse reconhecimento ele é devido e ainda mais, no momento de crise em que estamos passando. Porque sem pessoas comprometidas, pessoas que tenham pensamento verdadeiro voltado para o empreendedorismo e desenvolvimento regional e do país, nós não vamos conseguir superar esse momento”, observa.
Para o presidente da ABIH-AM (Associação Brasileira da Indústria de Hotéis do Amazonas), Roberto Bulbol, essa é uma forma de homenagear a família Sócrates Bomfim, através do jovem empresário que herdou o DNA empreendedor. “Para nós é uma grande alegria ver esse reconhecimento. Primeiro pelo trabalho que essa família tradicional amazonense, há três gerações trabalham aqui, vivem aqui e é reconhecida por amazonenses, isso é muito gratificante. Essa é uma conquista com mérito deles mesmo”, destacou.
O vice-presidente da Fieam, Carlos Alberto Rosas Monteiro, registrou sua opinião, destacando este momento de reconhecimento ao jovem talento que tem um futuro promissor.
“Foi uma escolha bem feita e uma maneira de homenagear a indústria jornalística. Ele está sempre presente nas reuniões da Federação. É uma boa indicação por ser uma pessoa jovem e que tem um futuro muito brilhante”, salientou.

Conteúdo Jornal do Comércio http://www.jcam.com.br/noticias_detalhe.

 

ver mais notícias