Rodoviários param os ônibus no centro da cidade para pedir por segurança

Constantino Nery toda parada por causa da greve dos ônibus.

Funcionários de empresas de transporte coletivo, entre motoristas e cobradores, pararam os ônibus, por volta das 9h10 desta quinta-feira (17), na área do Terminal 1 (T1) e avenida Sete de Setembro, no Centro. Segundo o Sindicato das Empresas de Transporte (Sinetram), foram 400 ônibus parados e 250 mil passageiros prejudicados com a paralisação que cerca de duas horas.

Centenas de veículos ficaram parados ao longo da avenida Constantino Nery, rua da Instalação, avenida Sete de Setembro e rua Leonardo Malcher, causando congestionamentos em todas as vias área central da cidade. Os passageiros foram obrigados a descer dos ônibus e continuar a viagem a pé. O vice-presidente do Sindicato dos Trabalhadores de Transportes Rodoviários de Manaus (STTRM), Josildo Oliveira, informou que em torno de 30 a 40% dos ônibus que passam pelo Centro de Manaus foram parados.792e8d16-60e8-4419-b951-c0387a077b0f c484a031-cc07-47c6-adcf-d464104ec57d 5ec9a7ec-2d8b-4bd9-9081-d1eb9f0a6a57 88ecbed7-5353-40bd-9712-fccc9add988c 39d63789-d6f0-48ce-9641-c4d6ce16e77b f6f5114b-c91a-4962-aca5-139f6ed87edb 792e8d16-60e8-4419-b951-c0387a077b0f

ver mais notícias