Justiça bloqueia quase R$ 3 milhões de patrocínio aos bois Garantido e Caprichoso

O vice-presidente do Tribunal Regional do Trabalho da 11ª Região (TRT11), desembargador Jorge Álvaro Marques Guedes, determinou nesta quarta-feira (28) que fossem bloqueados R$ 3 milhões que seriam repassados como patrocínio aos bumbás Garantido e Caprichoso.

O bloqueio foi feito para garantir que fossem quitadas as dívidas que os dois bois têm relativas ao período de 2013 a 2016.

O Ministério Público do Trabalho (MPT) protolocou uma petição como terceiro interessado, afirmando que “há de ser garantida a quitação das dívidas trabalhistas, e que o atraso ou o não pagamento das verbas trabalhistas, as quais possuem nítida natureza alimentar, viola os princípios da integridade e intangibilidade salarial, dignidade humana e valor social do trabalho”.

Diante dos argumentos expostos, foi determinado um bloqueio de 20% dos valores que entidades patrocinadoras iriam repassar.

ver mais notícias