Dono de lava jato foi preso acusado por furto de água, em Manaus


Foi preso dono de Lava Jato por furto de água no bairro Amazonino Mendes, em Manaus.

A Polícia Civil do Amazonas, por meio da Delegacia Especializada em Combate ao Furto de Energia, Água, Gás e Serviços de Telecomunicações (DECFS), sob o comando do delegado titular da unidade policial, Felipe Vasconcelos Dias, prendeu em flagrante Geovane da Silva Souza, pelo crime de furto de água.

A ação ocorreu nesta manhã (14), por volta das 9h, durante ação realizada em conjunto com a Manaus Ambiental e Instituto de Criminalística, no Lava Jato do Mano, localizado na Rua Penetração II – Conjunto Mutirão, Bairro Amazonino Mendes, de propriedade de Geovane.

No local, verificou-se que a água utilizada para a lavagem dos veículos vinha de uma ligação clandestina na rede da concessionária.

O mesmo Lava Jato já havia sido alvo de operação realizada em julho de 2016, onde foi identificada a mesma irregularidade. Na época Geovane foi indiciado pelo crime de furto e responde a processo na 9ª Vara Criminal.

ver mais notícias