Avenida bloqueada por manifestantes no São Jorge provoca engarrafamentos

Cerca de duzentas pessoas, que afirmam ser moradores da comunidade Arthur Bernardes, voltaram a fechar a avenida São Jorge, no bairro São Jorge, zona oeste, em protesto, na tarde desta quarta-feira (5). Os manifestantes interditaram a pista e atearam fogo em pedaços de madeira e pneus, conforme informações do tenente Laio Fontes, da Ronda Ostensiva Candido Mariano (Rocam).

Porém, um dos membros da Associação de Moradores da comunidade Arthur Bernades, Erinaldo Arruda, denunciou que as pessoas que fizeram a manifestação, nesta quarta-feira, não são moradores da comunidade. Os manifestantes afirmaram que são moradores atingidos pelo incêndio ocorrido em novembro de 2012, no local. Eles cobram o pagamento do auxílio aluguel que, de acordo com eles, está atrasado desde janeiro deste ano. 

A avenida ficou fechada no sentido Centro, das 16h30 até 18h. O Instituto de Municipal de Engenharia e Fiscalização do Transito de Manaus (Manaustrans) registou um grande engarrafamento no local devido ao protesto. Fonte D24

ver mais notícias