Câmeras de segurança flagraram mototaxista sendo perseguido e assassinado na Zona Norte de Manaus (Imagens fortes)

Franklin foi preso em 2016 pelo crime de tráfico de drogas e trabalhava há sete anos como mototaxista em um ponto localizado na esquina entre as avenidas Mulateiro e Sete de Maio,

O mototaxista Franklin Barbosa Pinheiro, de 29 anos, foi morto a tiros na noite de segunda-feira (27) no loteamento Agnus Dei, bairro Monte das Oliveiras, Zona Norte de Manaus. Segundo informações, o crime aconteceu por volta das 20h, na São Braz, depois de uma ligação, a vítima marcou um encontro nesse local, e ao ser abordado por dois homens, que aguardavam para fazer tocaia para Flanklin que tentou fugir ao perceber a armadilha,  a dulha estava em um carro modelo Voyage, de cor prata e placa não identificado.

Flanklin correu para dentro da casa de um conhecido e os suspeitos perseguiram ele atirando e dentro da casa pegaram uma faca e cortaram o pescoço da vítima que não resistiu aos ferimentos e morreu no local do crime. No local do crime, ninguém quis dar detalhes sobre o ocorrido.

Um mototaxista, que dividia o mesmo ponto com a vítima, mas preferiu não se identificar, informou que ele e os colegas pensaram até em não trabalhar hoje em luto e protesto pela morte do colega, mas acabaram mudando de ideia. “Resolvemos trabalhar porque não tem jeito mesmo”, lamentou.

Os parentes da vítima não sabem se o mototaxista estava recebendo algum tipo de ameaça, mas informaram que, no último sábado, Franklin se envolveu em uma briga de bar.

Segundo informações da 26ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), Franklin passagem pelo tráfico de drogas, quando foi preso 2016. A polícia ainda não tem detalhes do que motivou, nem quem são os autores do crime. O caso sendo investigado pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS).

 

ver mais notícias