Temer nega que tenha intermediado propina para Chalita

BRASÍLIA — O presidente interino Michel Temer negou nesta quarta-feira que tenha pedido ao ex-presidente da Transpetro Sergio Machado propina para financiar a campanha de Gabriel Chalita em 2012. Por meio de nota escrita por sua assessoria de imprensa, Temer diz que as informações de Machado são inverídicas e que sempre respeitou os limites da lei na busca de verbas eleitorais. Sobre sua relação com Machado, afirmou que é apenas formal.

LEIA A NOTA NA ÍNTEGRA

“Em toda a sua vida pública, o presidente em exercício Michel Temer sempre respeitou estritamente os limites legais para buscar recursos para campanhas eleitorais. Jamais permitiu arrecadação fora dos ditames da lei, seja para si, para o partido e, muito menos, para outros candidatos que,eventualmente, apoiou em disputas.

É absolutamente inverídica a versão de que teria solicitado recursos ilícitos ao ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado – pessoa com que mantinha relacionamento apenas formal e sem nenhuma proximidade.”

ver mais notícias