CM7

     
 
 
Manaus, 18 de outubro
Mercado financeiro
Dólar
Euro
 
 
Home / Últimas Notícias / Brasil / Temer devolve a comandantes das Forças Armadas controle sobre promoções

Temer devolve a comandantes das Forças Armadas controle sobre promoções

Da redação | 01/07/2016 12:10

BRASÍLIA – Revogando um decreto da presidente afastada Dilma Rousseff, o presidente interino Michel Temer devolveu nesta sexta-feira atribuições aos comandantes do Exército, Marinha e Aeronáutica que haviam sido transferidas para o Ministério da Defesa. A informação foi antecipada pelo blog do Noblat. A cerimônia, que aconteceu no gabinete presidencial, foi fechada.

— Precisamos democratizar e reconstitucionalizar o País – afirmou o presidente interino aos militares, ao lado dos ministros Alexandre de Moraes (Justiça), Raul Jungmann (Defesa) e Sérgio Etchegoyen (Gabinete de Segurança Institucional). O GSI foi alçado a ministério no começo do governo interino.

O decreto de Dilma, de setembro de 2015, foi editado quando Jaques Wagner – que seria seu braço-direito como ministro da Casa Civil e depois do Gabinete Pessoal – era chefe da Defesa. O texto retirava dos comandantes das três Forças Armadas funções como: promoção post mortem de oficiais superiores, designação de militares para missões no exterior e promoção de oficiais.

A repercussão negativa fez o governo petista recuar: uma semana depois, uma retificação dizia que o ministro da Defesa poderia subdelegar aos comandantes as competências.

Nesta quinta-feira, o ministro do GSI disse que a decisão de Temer retoma a “legalidade”.

— Um decreto não pode contrariar a lei. O decreto repõe as coisas no leito da legalidade — disse Etchegoyen, e completou:

— Ele (o decreto) transferia para o Ministério da Defesa competências que são claramente, legalmente, muito nitidamente na nossa legislação, dos comandantes das Forças.

Anuncie em Nossas Pesquisas
Anuncie em Nossas Pesquisas

FAÇA SEU COMENTÁRIO SOBRE ESTA NOTÍCIA